São Paulo é escolhida para sediar a Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo de 2016

Traduzir:

A cidade de São Paulo acaba de ser eleita a sede da Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo (BIAU) de 2016, evento promovido pelo Ministério de Fomento do Governo da Espanha, juntamente com o Conselho Superior de Arquitetos da Espanha.

Superando a candidatura do Porto, São Paulo será a primeira cidade brasileira a receber o evento, que terá uma programação repleta de atividades acadêmicas, exposições e apresentações de projetos.

Esta é a segunda vez que a BIAU é realizada em território lusófono – a primeira vez foi em 2008, quando Lisboa recebeu o evento – e contará com o apoio do Governo Federal Brasileiro e da Prefeitura de São Paulo. A coordenação do evento ficará a cargo do Departamento de São Paulo do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB-SP.

O Conselho Reitor da Bienal também convidou os arquitetos Ángela García de Paredes e Ignacio García Pedrosa a assumirem como comissários da edição de 2016 – a dupla lidera desde os 1990 o escritório Paredes Pedrosa Arquitectos, tendo já uma carreira reconhecida e muita experiência na área curatorial.